sexta-feira, 7 de julho de 2017

500 DIAS = 5 PAUTAS, 5 DEDOS, 5 SENTIDOS, 5 ESTROFES…

   Quando me seduzi pelos tempos ímpares, desde Outubro de 2014, comprometi-me a fixar 500 textos. Acabei de cumpri-los hoje mesmo. Soavam as badaladas de cada dia ímpar e logo batiam dentro de mim os apelos do dever assumido, dever-prazer de estar com quem, longe ou perto, geminava comigo ideias e sensações. E a quem deixo a grata expressão do meu reconhecimento.
Faz de tudo este pombo-correio das redes sociais. Transporta no bico penugens de afecto, semeia “canções ao vento que passa”, espalha mágoas e atira setas certeiras em alvos incertos, esbanjando perdulárias risadas de primavera  sem data. Por outras palavras, tudo se escreve nas águas correntes, conforme ao gosto do autor e ao sabor do incógnito espectador. Pela parte que me toca, o compromisso nunca foi o de encher  canais ou poluir o ar que os outros respiram, mas sim o de conectar-me com a força anímica que move montanhas e alavanca os espíritos.  Porque, afinal, “nenhum homem é uma ilha”!
Tocado pelo mesmo impulso, decidi caminhar por nova pista, paralela à anterior, num projecto mais amplo e consistente. Porque “o tempo é a medida de todas as coisas” e fica sempre escasso, estabeleço uma pausa estival nos “dias ímpares”  permanecendo, no entanto, com os meus “compagnons de route”, amigas e amigos, apenas duas vezes por semana.
Tirando a “prova dos zeros” aos 500 dias anteriores,  reduzo-os aos 5 dedos da minha mão aberta, ofereço-os como os 5 sentidos do meu todo e  componho-os como se fossem  5 estrofes sonoras nas 5 pautas da sinfonia de cada vida.  Quanto desejaria, enfim, que ficassem como 5 estrelas alumiando as 500 noites do SENSO&CONSENSO!
Estamos juntos!

07.Jul.17
Martins Júnior